SUPERNOVA PARTICIPA DE CAMINHADA Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes


O Fórum de Entidades Sociais de São Sebastião realiza entre os dias 16 e 18 de maio as ações de enfrentamento à problemática da violência sexual de crianças e adolescentes, a saber  uma caminhada no dia 16 de maio e o Domingo no Parque no dia 18 de maio, da qual nós, do Movimento SuperNova participamos ativamente.
Durante os dias da campanha, a sociedade civil de São Sebastião e os órgãos do governo são convidados a tomar parte do problema e assumir a sua responsabilidade diante do abuso e da exploração sexual contra crianças e adolescentes.
A escolha da data é uma lembrança a toda a sociedade brasileira sobre a menina seqüestrada em 18 de maio de 1973, Araceli Cabrera Sanches, então com oito anos, quando foi drogada, espancada, estuprada e morta por membros de uma tradicional família capixaba. Muita gente acompanhou o desenrolar do caso, poucos, entretanto, foram capazes de denunciar o acontecido. O silêncio de muitos acabaria por decretar a impunidade dos criminosos.
Sua morte, contudo, ainda causa indignação e revolta. O Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes vem manter viva a memória nacional, reafirmando a responsabilidade da sociedade brasileira em garantir os direitos de todas as suas Aracelis.
O Movimento Cultural SuperNova

Diferença entre Abuso e Exploração Sexual
O abuso sexual envolve contato sexual entre uma criança ou adolescente e um adulto ou pessoa significativamente mais velha e poderosa. As crianças, pelo seu estágio de desenvolvimento, não são capazes de entender o contato sexual ou resistir a ele, e podem ser psicológica ou socialmente dependentes do ofensor. O abuso acontece quando o adulto utiliza o corpo de uma criança ou adolescente para sua satisfação sexual. Já a exploração sexual é quando se paga para ter sexo com a pessoa de idade inferior a 18 anos. As duas situações são crimes de violência sexual.

 Denúncias
No Brasil  o “Disque 100”, criado pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, é um serviço de recebimento, encaminhamento e monitoramento de denúncias de violência contra crianças e adolescentes. Os dados mostram que, de março de 2003 a março de 2011, o Disque recebeu 52 mil denúncias de violência sexual contra este público, sendo que 80% das vítimas são do sexo feminino.
O Disque 100 funciona diariamente de 8h às 22h, inclusive aos finais de semana e feriados. As denúncias são anônimas e podem ser feitas de todo o Brasil por meio de discagem direta e gratuita para o número 100; e do exterior pelo número telefônico pago 55 61 3212-8400 ou pelo endereço eletrônico: disquedenuncia@sedh.gov.br.
 A intenção do 18 de maio é destacar a data para mobilizar e convocar toda a sociedade a participar dessa luta e proteger nossas crianças e adolescentes. A data reafirma a importância de se denunciar e responsabilizar os autores de violência sexual contra a população infanto-juvenil.

Para relembrar a data e contribuir com a campanha do Fórum de Entidades, da qual faz patê com muito orgulho, o Movimento Cultural Supernova apresenta no dia 18 de maio de 2014 o evento Domingo no Parque. Com periodicidade mensal desde 2010 e tendo como objetivo a ocupação do parque com manifestações culturais diversas, bem como chamar a atenção das autoridades para a necessidade de revitalização e manutenção do parque, o evento será realizado no Parque Ambiental do Bosque, localizado no bairro Residencial do Bosque, em São Sebastião - DF, a partir das 14h, com classificação livre e terá pintura de rosto, jogos, teatro, palestra, apresentações musicais e muito mais. Neste mês o evento abordará a temática do Dia Nacional de Combate à exploração sexual de crianças e adolescentes.


paulo Dagomeh

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Instagram