ERA UMA VEZ UMA BANDA QUE SE CHAMAVA ORGASMO Confiram na matéria a origem dos Recalcitrantes.

Por Devana Babu
No princípio era o orgasmo. E o orgasmo era uma banda de rock.
Em 2001, Emerson, Altair, Eduardo e Paulo, quatro amigos cabaços descobriram o skate, o rock'n'roll, e as mulheres. O sexo e o alcool só viriam depois, nos babilônicos ensaios na casa do emerson em que sobravam mulheres. Mas isso foi um pouco depois. Por enquanto os jovens amigos apenas andam de skate, tomam baré cola e sonham em perder a virgindade. Um dia desses acabam parando na casa da shirlene onde ensaiava a banda Depois do Começo. Aí pensam "uau, isso é um ensaio, podemos fazer isso". Resolvem então montar uma banda e o nome eleito de cara foi aquilo que eles perseguiam: Orgasmo. Orgamo sexual, musical na vida, é pra isso que existe o rock. Nesse mesmo período começaram a pulular bandas que começaram a ensaiar ali também, que antes era um estúdio de bandas de pagode e logo foi dominado pela emergente cena de rock.
A banda começou a se apresentar no C.E.F bosque, pois todos faziam ensino fundamental lá e quando finalmente foram pro centrão, no ensino médio, foi lá se tornou o lar de suas frequentes apresentações em intervalos e feiras de ciência. Em breve fariam tournée por todos os colégios da cidade.
Logo começaram a tocar nos showzinhos independentes da cidade, que começavam a estourar nessa época também. O primeiro foi o Festa Rock. organizado pelo gabriel da kingdom. Logo viria o rock na praça, o sinpro na praça, o Underground's no Colégio São josé e muitas outras bagaceiras. Também nessa época houve o advento do Centro cultural Allan vigiano, altos showzinhos e sempra havia Orgasmo.
Na época, o repertório da banda oscilava entre o punk, o hard core e o rock'n'roll, inspirado em raimundos, cpm 22, nirvana e a sonoridade skate punk, resultando numa garageira muito louca. 
Após essa fase a banda começou a absorver influências de New Metal, que estava em voga na época, hard core melódico e tendências afins. Nessa época, tocaram na FUNARTE, no aniversário da cidade, Senhor F na Escola e vários outros lugares. 
Depois vieram as influências de rockabilly e jovem guarda, tendências que persitem na sonoridade atual. Nessa época tocaram com os Sapatos Bicolores e no ano seguinte com os Capotones. 
Por fim, saiu uma reportagem no Correio Braziliense, na segunda feira, 13 de dezembro de 2004. Em 2005 ocorre uma pequena pausa, durante a qual se apresentam basicamente nos saraus do movimento cultural da cidade, época em que sai uma nova matéria no correio.
A banda volta ao gás em 2006, novamente no aniversário da cidade. Às influências rockabily vem então se juntar as influências indie e alternativas. Nessa altura a banda deixa de se chamar Orgasmo e passa a se chamar Recalcitrantes. Aí participaram do festival Jam Estúdio, ficando entre os primeiros colocados. Depois participaram do FEMUG, na arena CAVE do guará, do Sinpro nas Praças, outra vez, do Rock sem Fronteiras no teatro SESC GARAGEM e showzinhos underground por aí, como sempre. Nessa altura o repertório próprio, que sempre foi praticado, estava mais consolidado do que nunca. 
Hoje a banda conta com Emerson na bateria, Altair na guitarra e vocal, devana babu no baixo e GIllWilliam no trompete, acrescentando monstruosamente à sonoridade da banda. A banda se prepara para gravar material e vem tocando em vários eventos da cidade, saraus, encontros de cultura e encontros de motociclistas.
Recalcitrantes no Circuito Cultural
Tudo isso poderá ser conferido na apresentação dos Recalcitrantes em São Sebastião. Será neste sábado, 07 de junho de 2014 durante o evento CIRCUITO CULTURAL que contará com outras atrações, a saber: SBXDF, Kelton Gomes, Ressonância Magnética, Imagem de Rua e Viela 17. Idealizado por vários coletivos do Distrito Federal ligados à rede Fora do Eixo e patrocinado pelo Governo do Distrito Federal, o projeto Circuito Cultural começará por São Sebastião e vai conectar várias cidades do Distrito Federal, durante os meses de junho e julho, promovendo a circulação de artistas nas RA’s Planaltina, Paranoá, Samambaia, Recanto das Emas, Guará, Planaltina-DF e no Parque da Cidade. 
Em São Sebastião o evento será capitaneado pelo Movimento SuperNova que desde 2003 realiza várias atividades culturais na comunidade. Idealizado pelo seu caráter de entretenimento, aliado às oportunidades de enriquecimento cultural que podem ser oferecidos à cidade, onde artistas locais e regionais e trabalhadores em geral usufruem uma noite inteira de arte, cultura e cidadania o Projeto Circuito Cultural, em São Sebastião, trará como objetivo principal pautar as autoridades sobre a necessidade de construção do Complexo Cultural de São Sebastião. O evento será realizado no Estacionamento da Feira Permanente de São Sebastião - DF e contará com apresentações musicais de vários gêneros.  
Público-alvo: 
Jovens e adultos, em sua maioria moradoras/ es de São Sebastião. 
Serviço:
Circuito Cultural, 07 de Junho de 2014, a partir das 19h, no Estacionamento da Feria Permanente de São Sebastião - DF, com classificação livre.

paulo Dagomeh

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Instagram