SUPERblogues # II

O PENETRA

Senhoras, senhoritas, senhores, é com imensa satisfação e prazer que trazemos, à baila e a público, finalmente, o aguardado blogue d'O penetra.

Isso mesmo. Agora que este blogue tem um template pelo menos apresentável, podemos lincá-lo e apresentá-lo.

O Penetra começou com uma coluna no blogue dos radicais livres s/a. Com o tempo a coisa foi evoluindo (ou degringolando), e o a coluna cresceu, cresceu, e se tornou um liiindo blog, forte e Saudável.

Para falar sobre esse blog, faz-se necessário falar sobre o perigoso elemento que o mantêm: Sir Eduard I, Vulgo Eduardo Cabeção, também chamado de Dudu, Também conhecido como Macrocéfalo, ou simplesmente ASCOM.

Eduardo Cabeção tem uma história de vida triste e singular, que ajudou a moldar o seu caráter e sua personalidades atuais.

Dizem que ele é Filho de uma união malfadada entre um palhaço e um factotum. O palhaço se chamava Plim Plim, e o factotum se chamava Célio Ismar Batista, de quem Cabeção herdou o sobrenome (Eduardo Nunes Batista). Célio Ismar e Plim Plim tiveram uma relação feliz durante um bom tempo, até que o Palhaço foi preso e Célio teve que mudar de nome pra fugir da polícia, passando então a ser conhecido no submundo com o nome de Célio Mão-De-Aço.

Assim, com a união desfeita, Plim Plim no "Circo Quadrado", e Mão-de-Aço fugitivo, o casal resolveu se livrar do bebê cabeçudo. Cabeção foi deixado então na porta da casa de dona Iraídes Rodrigues Nunes, dentro de uma caixa de sapato. Quem conta essa história é o irmão mais velho de Eduardo, Ernane Nunes Batista: "Minha mãe abriu a porta de manhã para irmos, ela e eu, à padaria, e viu aquela caixa de sapato na porta, com alguma coisa grande e redonda dentro. No começo achamos que era uma bola de basquete, até que ouvimos um choro estridente e desagradável. Aí vimos que havia uma criança lá dentro. Uma criança feia, mas uma criança. Olhamos pr'um lado e pro outro e, como não vimos ninguém pra rua, chutamos a caixa para um ladinho. Quando voltamos o moleque estava lá dentro de casa, tomando uma cerveja que havia encontrado na geladeira. Foi aí que percebemos que nunca mais nos livraríamos dele", conta, emocionado, o irmão.

Assim, Eduardo Cabeção começou sua vida entrando de penetra na casa dos próprios pais. depois disso não pararia mais. Sua vida seria uma sucessão de aventuras baseadas em tentativas de entrar em algum lugar em que não era esperado. Aos quatro anos de idade ele entrou de penetra na pré escola. "Você não é velho demais para  fazer o prezinho não moleque?" ."Eu não sou velho, plofessola, eu sou fumante".Aos nove anos de idade ele entrou de penetra no último show dos mamonas assassinas em brasília. aos dezessete ele entrou de penetra na Papuda, dizendo que queria superar os sistema de segurança interna da instituição."entrar foi fácil. difícil mesmo foi sair". Aos dezoito ele entrou de penetra nas forças armadas. "Oxe, mermão, o cara lá ficou vacilando lá com o CAM (Certificado de Alistamento Militar) na mão e eu troquei. me dei de bem. A única coisa ruim era a comida". Até mesmo sua primeira com o sexo oposto foi assim: Eduardo entrou de penetra numa garota.

Assim tem sido a vida deste ilustre rapaz. Já ultrapassada a fase da adolescência, Eduardo finalmente descobriu o que queria para a vida dele: ser um penetrar profissional. O que era um carma na vida dele acabou se tornando ofício, paixão, devoção, objetivo, superação: seu objetivo é ser o maior penetra que esse mundo já viu! Desde então ele tem se dedicado arduamente a penetrar em festas da cidade, reuniões, igrejas, bares e todos os lugares em que ele não foi convidado.

Entre os inusitados lugares em que o recalcitrante rapaz já entrou de penetra, estão: a Casa Branca, O pentágono, a Área 51, o Triangulo das Bermudas, a Ilha de Lost, a Fantástica Fábrica de Chocolates, a reunião do G8, a concentração da Seleção brasileira e até numa reunião de maçons, mas ele não conta pra ninguém o que aconteceu lá.

Atualmente, Cabeção conquistou uma grand vitória: entrou de Penetra no poder Público, ou seja, na Administração Regional de São Sebastião, mais precisamente na ASCOM (Assessoria de Comunicação); Ou seja, agora ele é regiamente pago para se dedicar àquilo a que já se dedicava gratuitamente, por puro amor: Fazer Nada. Ou melhor: Entrar de graça em todas as festas possíveis, bater fotos, paquerar as garotas, comer a comida, beber toda a cerveja e depois fazer média. O rapaz está que nem pinto no lixo. Agora ele é um penetra profissional!

Agora, gozando do seus status de funcionário público, Cabeção aproveita o tempo livre entre uma festa e outra para para contar as suas histórias nesse blog que será mostrado a vocês e que é realmente o objetivo dessa postagem: com vocês, O Penetra:


como sempre, O blog dele entrará de penetra na nossa lista de blogues, assim você ficam acompanhando todas as novidades.

apreciem.

d.b

4 comentários:

  1. Ele leva a vida que eu queria ter.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Vamos ver até onde este tal Penetra consegue entrar!!!!!

    ResponderExcluir

Instagram