VÌDEO: DEVANA BABU E IARA NO POEMAÇÃO trecho da canja de de devana babu, com a poeta Iara, no sarau poemação, na II Bienal Brasiliense do Livro e da Leitura



O poeta e declamador do supernova foi chamado ao palco por jorge amâncio, para acompanhar a poeta Iara, e ao fim do poema não citou os autores do mesmo, porque é contra a afetação da autoralidade e a falácia capitalista dos direitos autorais. Para desgosto e horror dos poetas presentes que desaprovaram escandalosamente a postura (ou falta dela) por parte do poeta, e para imensa satisfação sádica do mesmo.

o poeta garante que em diante, nunca mais citará os autores, menos ainda si, especialmente se os poemas já forem versões, derivações e recortes de outras coisas já produzidas anteriormente por outros artistas, como o caso dos dois poemas dos TITÃS que ele recitou: Dissertação do Papa Sobre o Crime Seguido de Orgia e O Pulso.

d.b

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Instagram